APOGEE
A Empresa
Projetos
Consultoria
auditoria
Treinamento
Agenda
Artigos
Recursos
Fale Conosco
 

 

Grupos de trabalho IEEE 80.3 e 802.11

 
     
 

Condicionador de Modo e de Lançamento Deslocado

Um elemento pouco conhecido do cabeamento óptico é o "Cordão Condicionador de Modo e de Lançamento Deslocado" ("offset-launch mode-conditioning patch cord"), que chamaremos simplesmente de CCM.
O CCM é necessário sempre que se usa a tecnologia Gigabit Ethernet do tipo 1000BASE-LX ou o 10 Gigabit Ethernet do tipo 10GBASE-LX4 sob fibra óptica multimodo, que utilizam fontes de luz com comprimento de onda de 1300nm. O CCM não é necessário com o 1000BASE-SX (Gigabit Ethernet), nem com com o 10GBASE-SR (10 Gigabit Ethernet), que usam luz a 850nm. Também não é necessário em qualquer modalidade do Gigabit ou 10 Gigabit Ethernet que usem fibra monomodo.
O CCM é um cordão duplex onde uma das fibras é multimodo e a outra fibra possui dois segmentos: um segmento multimodo (MMF) e um segmento monomodo (SMF). O segmento monomodo é fundido no segmento multimodo de maneira a deixar seus núcleos ligeiramente descentralizados entre si (Offset). A extremidade monomodo é terminada em um conector monomodo de cor azul, e as demais, em conectores multimodo beges.
O conector monomodo (no final da SMF) deve ser sempre conectado à porta TX do equipamento 1000BASE-LX ou 10GBASE-LX4 (switch, hub, etc). O outro conector do mesmo lado do cordão deve ser conectado à porta RX. A outra extremidade do cordão deverá ser conectada ao DIO (distribuidor óptico). Fazer o mesmo do outro lado do link.
A razão para usar esse tal de CCM? Como a 1300nm o Gigabit Ethernet utiliza laser, e que oscila rapidamente, acaba criando dificuldades para fibras multimodo normais. Essa dificuldade tem um nome: DMD (differential mode delay). Se toda a potência do transmissor for lançada diretamente no centro do núcleo de uma fibra MM normal, o DMD limitará bastante a distância do link. Por isso o CCM possui um segmento monomodo fundido fora de centro na multimodo, para que o lançamento do laser seja feito em outra região da fibra MM.
Nem todas as fibras MM necessitam do CCM. As novas fibras ISO OM3/TIA LOMMF (ex.: Avaya LazrSPEED), por possuírem controle do DMD, não precisam de tal cordão. Alguns fabricantes recomendam usá-lo somente em links maiores de 200m, mesmo com fibras MM normais.
Embora pouco usados, é muito importante saber projetar os links Gigabit corretamente. É tarefa do projetista detectar se há ou não a necessidade de se usar o CCM.

 
     
     
  << voltar para artigos  
     
Home Fale Conosco Email
NeoMacro Software